Blog – Lucas Leão

Interessantes

Caixa e Software Livre – Parece que enxergaram o caminho das pedras…

Sempre fui muito crítico quanto à informatização da Caixa Econômica Federal em relação ao uso de software livre, onde o que vemos nas agências e o que eles falam nas palestras no governo divergem. Quando comparamos a Caixa ao Banco do Brasil então… Parecem que estão na idade da pedra…

Por esta palestra acho que acharam o caminho das pedras….

Com mais de 10 milhões de contas bancárias, a maior parte de pessoas de baixa renda, a Caixa Econômica Federal precisou buscar na inovação tecnológica uma maneira de poder atender bem aos seus clientes, sem perde de vista a necessidade da redução de custos.

A saída foi apostar no software livre que já roda nas principais atividades da instituição financeira, sobretudo nas Loterias e seus correspondentes bancários.

Segundo a vice-presidente de TI, Clarice Coppetti, a CEF tem procurando internamente definir seu plano estratégico, que vai desde o software até mesmo a aquisição de equipamentos, com soluções em código aberto. E a confiabilidade da solução se confirma nos números de transações lotéricas e não lotéricas da Caixa Econômica Federal.

Nas Loterias são mais de 1.300 transações por segundo, 70% da base de clientes da CEF se utiliza das casas lotéricas. Foram mais de 323 milhões de transações bancárias pelas casas lotéricas somente no mês de julho. Numa rede implementada com software livre, inclusive no banco de dados.

O segundo canal mais utilizado pelos clientes é o autoatendimento (17% dos clientes). Depois de três anos, toda a infraestrutura está em software livre.

Assista a um pequeno trecho da apresentação de Clarice Copetti no III Consegi – Congresso Internacional de Software Livre e Governo Eletrônico – promovida pelo Serpro, gravado pela CDTV do portal Convergência Digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*