Blog – Lucas Leão

Android

Produzir Smartphones Exige Repensar Conceitos

Tenho acompanhado de perto a evolução meteórica dos smartphones no mundo da tecnologia, que é bem mais emocionante que o chato mercado de Desktops, onde as pessoas insistem em não diversificar e preferem a comodidade de seu Windows Pirateado…. Mas deixa isto para lá…

A diversidade e a competição tem trazido uma evolução sem precedentes na história da tecnologia, que tenta unir o computador à telefonia móvel, mas será que os fabricantes realmente entenderam o que isso significa?

Um smartphone é um mini computador e, portanto, deve ser tratado como tal, com constantes atualizações dos sistemas operacionais nele embarcados. Inovação, nesta área, não pode ser pura e simplesmente o lançamento de um novo aparelho, mas também a reinvenção do que existe, que deve ser atualizado, ter seus busgs corrigidos e novas funcionalidades implementadas. Isso fará toda a diferença na hora da fixação da marca na mente dos ávidos consumidores de inovações e facilitará que ele procure mantê-la na hora de fazer o upgrade de hardware, ou seja trocar o aparelho. Deixem-me comentar alguns exemplos: Apple, Motorola e Samsung.

APPLE

A marca da maçã, captaneada pelo gênio Steven Jobs, parece ter encontrado o caminho das pedras e faz de seus telefones verdadeiros computadores com sistemas operacionais que são constantemente atualizados, têm seus bugs corrigidos e novas funcionalidades incorporadas(como o sistema multi tarefa). Com isso a marca se fortalece, ganha mais adeptos e se torna a primeira opção de troca: APPLE2APPE(quantos milhares de usuários do iphone 3gs, desejam mudar para o iphone4?). O porquê disso vem do respeito que a marca  tem aos seus clientes, observem que os proprietarios de iphones 3gs puderam atualizar para o sistema operacional IOS 4. Além se satisfazer o usuário, de quebra, ainda unificam o suporte que passa a ter apenas uma versão de Sistema Operacional para atender.

Como nem tudo é perfeito, a APPLE tem sua política protecionista de mercado controlando tudo que é desenvolvido para o aparelho, obrigando a quem quer algo personalizado a ter de hackear o telefone para conseguir instalar um simples aplicativo. Mas eles chegarão lá e conseguirão balancear suas “STORES” com a liberdade do usuário, este que, mesmo com estas restrições, acaba se submetendo a isto graças a qualidade e design dos prudutos da maçã.

MOTOROLA E SANSUNG

Se por um lado optaram dar mais liberdade aos usuários com a escolha de um sistema operacional livre o ANDROID( aí ponto para eles ), por outro pensam que estão desenvolvendo apenas celulares aos moldes de antigamente, onde só se conseguia algum tipo de inovação trocando de aparelho. Nada de Updates.

Enquanto o desenvolvimento do  Android segue a todo vapor, nada de atualização na SAMSUNG ou MOTOROLA, exceto quando há uma pressão dos usuários, assim mesmo fazem agendamentos absurdos do tipo “daqui a um ano”, para ver se o usuário se cansa de esperar e compra um novo aparelho que vem com a versão de android que ele gostaria de ter no antigo. Ainda têm a cara de pau, como fez a MOTOROLA, de atualizar um modelo de aparelho na Europa e anunciar que não vão fazer o mesmo na américa do sul. Será que o dinheiro deles vale mais que o nosso? Diga-se de passagem pagamos até mais que eles graças a nossa exorbitante carga tributária.

Daí sobra ao usuário procurar imagens de SO alternativas para ver seu aparelho atualizado; e é aí que a história se complica ainda mais. Bloqueiam os aparelhos para que a gente não possa colocar nada que não seja produzido por eles(com sua assinatura). Daí entramos em um ciclo vicioso onde eles não produzem atualizações e nem muito menos apóiam que as faz(chegam até mesmo a não liberar o código fonte dos drivers, fazendo com que a recompilação do android para os referidos equipamentos fique mais difícil, já que para as coisas funcionarem precisa haver engenharia reversa que nem sempre funciona 100%).

Daí repensar conceitos é essencial para a satisfação do cliente. Um usuário feliz dificilmente muda de marca, claro que se ela estiver no mesmo patamar tecnológico das outras, como exemplo podemos citar a NOKIA que se arrasta com baixos índices no mercado de smartphones.

Seja qual for o Sistema Operacional IOS, ANDROID, MAEMO, MEEGO, etc  ele deve ser atualizado constantemente até seu limite físico. Além disso a comunidade de desenvolvimento deve ser estimulada e assistida para que possa preencher as lacunas deixadas pela evolução rápida do hardware, principalmente no que diz respeito à documentação e firmwares que possam ser portados por desenvolvedores independentes.

2 thoughts on “Produzir Smartphones Exige Repensar Conceitos

  1. Celso

    Para a maioria das pessoas a versão do sistema pouco importa.

    Faça um teste pergunte para alguem que quer trocar o 3gs pelo 4 se a versão do sistema é o principal motivo.

    Claro que aficcionados por tecnologia terá uma resposta diferente do usuário comum.

    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*